sexta-feira, 30 de novembro de 2012

Sem abrigo


Ontem estava a caminho do metro quando um sem abrigo virou-se para mim e para a minha amiga e pediu uma moeda e nós respondemos que não tínhamos e não tínhamos mesmo. E não é que o homem num tom arrogante, autoritário e de muito mau e aos berros disse 'dá-me uma moeda já!!'. Além de ter falado neste tom foi atrás de nós e "ameaçou-nos" com o olhar.
Eu sei que estamos na crise, mas eu não tenho culpa e nem sou obrigada a dar dinheiro a quem me pede e ainda bem que não tinha moedas nessa altura porque assim vi o tipo de pessoa que aquele senhor era. 
Andam por aí muitos sem-abrigo que têm bom corpo para trabalhar e que só não trabalham porque não querem, chegam ao final do mês e com as esmolas que o povo dá conseguem angariar bom dinheiro. E depois há aqueles que chegaram a este ponto por diversos factores como os vícios e sinceramente alguns destes dão-me pena e eu até ajudo. Mas como aquele que me respondeu daquela forma há mesmo muitos e não me venham com a desculpa que é por viverem na rua e serem revoltados.

2 comentários:

  1. enquanto não ganhar para mim acho uma estupidez estar a dar aos outros dinheiro que não é meu...

    ResponderEliminar